Nossa
História

Em 1888, chegou no porto de Santos proveniente da Itália no vapor San Giorgio com a família de Giovanni Vincenzo Maria Polacchini (avô paterno de Vicente Paulo Polacchini). Após uma curta estadia na cidade de São Paulo, em uma hospedaria no bairro Brás a família se estabeleceu em uma propriedade rural situada na cidade de Brotas interior do Estado de São Paulo. Na Itália Giovanni produzia grappa (aguardente feito com o bagaço da uva), a partir deste conhecimento não foi difícil iniciar a produção de cachaça com cana-de-açúcar para o consumo familiar. Ao passar dos anos, Giovanni ensina seu filho Antônio Paschoal Polacchini a arte de produzir cachaça que por sua vez após anos de experiência no alambique ensina seu filho Vicente Paulo Polacchini todo o conhecimento adquirido do processo.

O Engenho Fazenda Velha é um projeto antigo que nasceu da admiração pelos produtos derivados da cana de açúcar. Com a mudança de Vicente da cidade de Brotas para Americana, o mesmo inicia seu trabalho em Campinas no laboratório de física da Unicamp, começa então seus estudos na biblioteca da universidade e em seguida inicia seus experimentos para a fabricação da cachaça. Primeiro a destilação em um alambique de 600 litros, na cidade de Americana onde foi produzido os primeiros lotes, aproximadamente no ano de 1.980, lote este que faz parte da reserva especial do fundador. O primeiro prédio destinado ao alambique, foi construído as margens do Km 121 da Rodovia Anhanguera, no ano de 1.982, onde o projeto tomou mais forma.

Com as tentativas de legalização do alambique, vieram as dificuldades no cumprimento de todas as exigências burocráticas, então o “projeto alambique” foi temporariamente arquivado para dar espaço a indústria metalúrgica da família, que também fazia parte das realizações do nosso fundador. Finalmente no ano 2.000, com a Indústria Metalúrgica já estruturada, foi retomado o “projeto alambique” com a compra de terras em Nova Odessa, no bairro Fazenda Velha. Iniciou-se a construção do prédio, fabricação de dispositivos e equipamentos produzidos pela própria Indústria metalúrgica da família, compra de máquinas, automatização, sustentabilidade, legalização, até a concretização do Engenho Fazenda Velha, a fábrica de cachaça do Sr. Vicente Paulo Polacchini que recebeu sua primeira licença de operação da CETESB em 20/12/2016.

Conheça a
Produção da
Fazenda Velha

Arabesco

Cachaças são envelhecidas em diferentes tipos de toneis de madeira. Cada tipo de madeira é capaz de conceder características diferentes à cachaça durante o processo de envelhecimento. O Jequitibá e o Carvalho são os mais usados no Brasil, o qual a cachaça ouro Engenho Fazenda Velha é envelhecida.

Galeria
De Fotos

Arabesco





Engenho Fazenda Velha Importação e Exportação Ltda. - Estrada Municipal Eduardo Karklis, 1677 - Bairro Zona de Produção Industrial II

Nova Odessa - SP - CEP 13.460-000 - cachaca@engenhofazendavelha.com.br - CNPJ 18.174.816/001-05 - IE 482.042.727.113